Balada - Trackers

Quem me conhece vai dizer "mas a Day nem gosta de balada" - Porém, não é à toa que eu indico esta casa...

Não estou aqui falando de uma balada tradicional, e sim da casa mais lisérgica da noite paulistana. A TrackerTower (ou apenas Trackers), é um refúgio underground localizado em um prédio de 1939 no Centro de SP.


Festa "Jesus bateu a nave na Trackers"

O ambiente é alucinógeno (gosto da expressão que ouvi: lisérgico). Como diz minha amiga: "pra ir na Trackers você não se arruma, você se desarruma", é normal ver gente seminua se entregando ao groove das pistas. Ninguém liga.

Festa Idade Média fora de época e corredores alucinógenos

Eu gosto muito de lá pois não consigo enxergar como uma balada. Tem aquela vibe de casa de amigos e lugar abandonado ao mesmo tempo e até as figuras estranhas que vemos por lá compõe o ambiente. Pra mim, que vejo arte em tudo, é difícil não analisar cada pedacinho de parede, chão e teto e cada vez descobrir um desenho ou frase nova, que algum visitante deixou por ali.

Entra o álcool e sai as roupas e a dignidade tudo da gente? Sim! (Primeira e talvez não última vez que vocês veem a blogueira em roupas íntimas)

Algumas festas que rolam por lá são organizadas pela própria casa - como os Garajões, Improvise e Jazz a gogo, que são semanais. Mas o que eu acho mais legal é que diversos coletivos que atuam na cidade, organizam as mais incríveis festas lá. São festas-conceito, mas o que todos tem em comum é a liberdade de expressão, artística, intelectual, sexual, musical, sem segregação, e o mais interessante, o conceito de festas de rua, ocupações de locais públicos pra festas free / baixo custo (e isso dá assunto pra outro post). 


Vai ter ensaio sexy no meio da noite? Ah vai sim! 

E não há lugar melhor para juntar pessoas que fogem de padrões e (pre)conceitos, e entusiastas artísticos de diversas áreas que querem fugir da noite elitizada de São Paulo do que estas festas de rua e os corredores coloridos da Trackers, as pistas cheias de gente curtindo na mesma energia, se encontrar no meio dos mais diversos assuntos na fila da bebida ou nas varandas cheia de calor humano e fumaça.


Festa "Orgia de bruxos"

Todas as pessoas que eu levei lá curtiram demais e acho um ótimo lugar pra levar alguém que não seja de SP ou do Brasil (você do nada se vê em meio a conversas em inglês e espanhol nos corredores e varandas), e todo mundo fala com todo mundo. Você sempre vai ver as mesmas carinhas, gente que puxa assunto aleatórios, gente que te elogia do nada, gente que compartilha lugarzinho na varanda pra bolar um, um casal se pinta com tinha neon num cantinho e pergunta se pode te pintar também, uma garota tá sozinha no banheiro e aceita sua ajuda pra se arrumar (situações verídicas). É assim que a noite rola.


Quadro "casa dos monstros", Tomash da Voodoohop sendo abduzido na orgia de bruxos.

Na casa predomina o jogo de luzes em cada ambiente, conversando com as cores e desenhos das paredes. Projeções surrealistas em telões, algumas salinhas com sofazinhos imundos pra relaxar/namorar, o salão principal onde tem as varandas - minha parte favorita - pra olhar a noite rolando no Largo do Paissandú enquanto conversa sobre a vida, o universo e tudo o mais com os velhos e novos coleguinhas.


Calefação Tropicaos na Trackers e "Decifra-me ou devoro-te" do Blum.


Foto no banheiro ganha uma ótica diferente aqui

Sobre as músicas, depende muito de qual festa tá rolando, mas sempre rola discotecagem dos Dj's famosinhos na cena alternativa e convidados internacionais. Você tem que frequentar e ver o que rola e se você curte. Cada vez é única e a viagem de cada um é diferente, mas sempre mexem com os sentidos, os ritmos xamânicos das pistas despertam energias boas, as batidas se misturam com o clima hedonista e a sensação é de cair na toca do coelho (porém subindo escadinhas em espiral) com muita coisa acontecendo em volta, fantasias, cores, pele, cheiros, brisas, muitas conversas, risadas e uma energia que é compartilhada por todos. #abduçãosemfrescuras


Coisas estranhas vão acontecer? Vão! (Voodoohop - Revolução do lixo
vivo e Trabalho Sujo - "Baile analógicodigital de carnaval".

E como chegar? Quando ir? Quanto é?
A TrackerTower fica na Dom José de Barros, 337, esquina com a São João.

Pra saber o que rola eu sigo a página oficial e os coletivos que eu mais gosto. Muitas vezes as festas não são divulgadas ou são divulgadas em cima da hora. 


Festa "Fim do Facebook" e "Liberte suas fantasias"

Depende do dia e da festa, você pode pagar de R$10, a R$30, ou não pagar nada. Precisa ter nome na lista pra entrar. De bike é free, mas tem que mandar o nome e modelo da bike (sempre verificar as infos na página do evento). 

Páginas pra acompanhar e fonte das fotos:
TrackerTowerVoodooHopColetivo BlumVenga Venga Calefação Tropicaos / Sonido Trópico / Pow Pow Pow / Capslock

Provavelmente tem mais, se lembrar coloco depois.

Aproveite pra ver uma lista de coletivos que ocupam as ruas da cidade. E se for mostrar a cara nas festinhas, me chame! sua identidade será preservada vem tirar fotos impublicáveis e perder a dignidade comigo.

E lembre-se: Aconteceu na Trakers, fica na Trakers.

O último a sair, favor encostar a porta.

__________________________________________
Curta a fã page do Penso. Me siga no Twitter.

7 comentários:

  1. Geeeeeeeente que lugar mais doido, acho que só indo mesmo pra entender
    e fiquei mega surpresa pq conheço pessoalmente as duas pessoas da última sessão de fotos, os dois primeiros com cara pintada de azul e branco hahaha que mundo pequeno!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mundo pequeno mesmo haha; Mas eu não os conheço, peguei as fotos nas páginas. Quando tava procurando fotos, também vi várias pessoas que eu conheço e não sabia que já tinham ido, mto legal :)

      Excluir
  2. GENTE QUE COISA MALUCAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA. S.O.S
    Bem SKINS esse rolê.
    Adorei.
    Me leva. HSUAHSIHUIDH

    | Promoção de um ano de A Bela, não a Fera |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
  3. Eu prefiro ambientes mais calmos! Haha

    ResponderExcluir
  4. Você pensa, logo existe.
    Eu como não penso em
    pensar fico no esquecimento
    dos que não sabem de mim.

    Um beijo. Ah, tô te seguindo
    e se tu te lembrares de mim,
    siga-me também.






    .

    ResponderExcluir
  5. Eu não sou muito fã de festas, mas essa casa aí parece bem legal. Parece ser mais que uma curtida, mas uma experiência xD e gostei do cartaz ali de Jesus HUASUUASHHUSAHU

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!