10 coisas que marcaram o colégio

Eu nem sempre fui essa fofura de pessoa. Já fui uma adolescente irritante como todos eles e tive meus ~momentos~ nos tempos de escola. Vou citar alguns fatos cômicos e alguns um tanto bizarros, mas que de alguma forma marcaram esta saudosa época.

1. Excursões ao Playcenter.
O finado Playcenter foi palco de muita diversão juvenil. O fato marcante fica por conta dos meus amigos terríveis, que acabaram arrumando uma briga com garotos de outra escola, e correndo dos caras em volta do ônibus de excursão, bem ao estilo desenhos animados que fizeram a infância dos anos 90, com direito a sacos de lixos sendo lançados para dentro do nosso ônibus.


o que chega na voadora é o tipo de aluno
da minha escola

2. Cabulando aula.
Um dos episódios mais marcantes da 7° série foi cabular aula e ir fumar num bairro mais afastado com dois amigos. Então um doido qualquer de bicicleta veio nos oferecendo alguma droga e no que negamos, ele achou uma boa ideia nos perseguir. Fomos parar na casa de um amigo mais velho que nos abrigou e no dia seguinte, os meus dois amigos choraram na sala pensando que o doidinho da bicicleta iria nos encontrar e tudo acabou com os três na sala da Diretora e nossos pais sendo chamados na escola.

Os dois ficaram assim:



E eu tipo:



3. Cabulando aula 2
Cabulei aula com uma garota maluca, claro, já que tenho um ímã pra doido. A menina estava meio apertada e decidiu que uma avenida seria um local ideal pra dar aquela agachada e soltar sua obra de arte escatológica. No meio do serviço, passou um caminhão cheio de homens e eu parei de raciocinar na hora. Então a maluca embrulhou o trabalho pronto com uma folha de caderno e jogou no quintal da casa em frente. Parece uma cena de filme trash, mas é apenas a minha vida.



É amigos, eu tô escolhendo as histórias mais leves.

4. O Professor de História.
Todo mundo me avisava sobre aquele professor. Todas as garotas eram apaixonadas por ele. Quando o conheci, me surpreendi pela falta de atributos físicos do tal símbolo sexual do ensino médio. Foram necessárias apenas duas aulas para que eu me encontrasse apaixonada platonicamente pelo homem. Ele foi um dos melhores professores, me faz amar história. E ele cantava e tocava violão nas aulas. Inesquecível foi o show que ele fez com sua banda em uma festa da escola.

5. O fora coletivo
Era um garoto novo que chegou na escola, todo arrumadinho, todo lindinho. Todas as meninas se apaixonaram por ele, exceto, adivinhem... eu. Um dia no intervalo, resolveram perguntar com quem o gato ficaria e ele foi apenas negando todo mundo: 
- Ficaria com a Mariana?
- Não.
- Com a Luana?
- Hoje não.
- Cíntia?
- Não estou interessado.
- Dayane?
- Não, obrigado.

Levei um fora sem nem querer! "/

Ao mesmo tempo, tinha um carinha todo largadinho e conhecido como o maconheiro da escola. Ninguém olhava pra ele e ele, igualmente, não demonstrava interesse pela humanidade. É claro que era dele que eu era a fim. Nós ficamos em uma festa hippie dois anos depois que saímos da escola e eu nem lembro o nome dele (acho que eu meio que nunca soube).

6. Irmão postiço.
Meu melhor amigo da adolescência foi um cara que fazia sucesso com as minhas amigas. Ele pegou 90% delas. Certa vez vendo umas fotos minhas, as meninas da minha sala o viram e eu avisei logo: "nem pensar, é meu irmão". A partir daí tive que lidar com meninas pedindo o ~meu telefone~ e querendo roubar as fotos dele. É claro que nós dois demos muitas risadas da situação.

7. Viagra para gays
Na parada gay de 2004 (not sure), nós ficamos muito loucos. Meus amigos me desafiaram a beijar algum cara gay e AHHH RAPÁ NÃO ME DESAFIA NÃO! Beijei.
Sim, eu cheguei numa rodinha de meninos e mandei: "quem quer me dar um beijo?" Teve um que disse: "ai credo, eu não" () e outro logo levantou o dedinho: "eu quero!"
Teve fotos e teve muita zoeira nos anos posteriores. Depois, andando na multidão, vi um casal gay, que me olhou nos olhos e me deu a mão. Beijei também e tá aí um casal mente aberta! O episódio me rendeu o apelido na escola de "viagra de gay", que não faz sentido algum. A situação como um todo não faz muito sentido, se você pensar bem.




8. A popular.
Um ex namoradinho que eu ainda gostava começou a namorar uma garota da minha escola. Eu nem sabia disso mas notei que a fulana começou a me olhar muito, todo o tempo. Então, descobri sobre o namoro, só que eu era bem bitch e ainda saia com este cara (não me orgulho, ele era um babaca e eu também), e minhas amigas ficavam sempre à minha volta, enquanto eu andava meio badass quando passava pela garota. Além disso, eu nunca conversava com ela sozinha, tinha sempre alguma das minhas "seguidoras" do lado.



Foi uma época em que eu era uma pessoa muito nada a ver com o que sou hoje.



________________________

Eu deveria citar 10 fatos, mas tô com preguiça e todo o resto é só uma gordinha de moletom comendo hot dog na hora do recreio.

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots. Tema: 5 filmes indicados ao Oscar da minha vida.
 ________________________
Curta a fã page do Penso. Me siga no Twitter.

12 comentários:

  1. Gente D: HAUSHAUSHUAS eu não tenho o terço de histórias marcantes como essas na minha vida TODA. hahaha'
    Como assim a moça jogou o 'trabalho' dela num casa????????? como assim você já foi à lá Mia Colucci no colégio??? Não te conheço pessoalmente, claro, mas nunca imaginei que leria algo assim em seu blog! Bem legal se surpreender com a vida das blogueiras.rs Eu já fui a 'patricinha' da minha sala, mas nunca fui popular *crying* sempre quis ser u.u rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. hahahhaha, morro sempre quando venho aqui! :D
    Muitas histórias pra contar, hein? Tem cada fase na vida da gente que mais tarde rende altas risadas ou/e altas lembranças! Do meu colégio, nada dessas aventuras. Eu sempre fui a magrela que andava com os livros e passava cola pros colegas. Ain, ain, bons tempos aqueles...

    Beijooo' :*

    ResponderExcluir
  3. AUIHSAIUHSA gente! acho que eu não teria nem 3 coisas que marcaram o colégio, eu só era dessas que fugia (aproveitada os deslizes) e me chamavam de "bruxa" 8D acho que só IAUHSUIA
    mas fiquei aqui pensativa na da sua amiga, gente, eu não tenho coragem de fazer ~essascoisas~ no meio do nada aiSHAIU e depois jogar em uma casa!
    Isso me fez lembrar minha priminha quando tinha 5 anos, foi no banheiro e pelo jeito a descarga estava entupida, o que ela fez? Enrolou a mão no papel higiênico e ~pegou~ e jogou no telhado de casa IAUSHUA a gente ficou muito WTF? aquele dia XD
    Beijo!

    Loud Like Moi

    ResponderExcluir
  4. Eu ri litrooooooooooooooooooooooossssssssssss kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Eu fui uma adolescente muito nerd! Mas sou professora de todo tipo de aluno e aluna... Talvez essa tenha sido mesmo e ainda seja a melhor faze da vida... A faze mais louca e os alunos malucos são os melhores kkkkkkkkk ou não...

    ResponderExcluir
  5. MELDEEELS, fiquei parecendo uma lesada aqui em casa rindo sozinha e o pessoal da sala me olhando. Sua infância e adolescência foi muito mais "uhules" do que a minha, sempre fui "a nerd, a cdf" da turma. Pode voltar e escrever os outros dois tópicos que estão faltando, Day, mina vida loka! :P

    ResponderExcluir
  6. Lembrar das loucuras da aborrescência quando já se passou dessa fase é ótimo né kk mas meio vergonhoso tbm .-. kkk
    A 3 foi super inacreditável cena de filme kkkk
    Beijos;

    ResponderExcluir
  7. Acho que TODO MUNDO foi um adolescente irritante em algum momento da vida, né? Hahaha! Morrendo de rir com as histórias, tããão surreais...

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
  8. Sinto muita falta da minha aborrecência! kkkk
    Adorei o post!

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Eu parei no gif da mulher cagando no supermercado e fiquei! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK MORRI!!

    Adorei a lista super tragicômica!

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  10. O mundo é meio injusto, enquanto você teve um professor de história apaixonante o meu falava cuspindo e as babinhas ficavam presas na barba enorme dele :\

    ResponderExcluir
  11. kkkkkkk.... A minha época na escola não foi assim tão emocionante, mas até que rendeu bons papos. Cara, tu mata todo mundo de rir!!!!! rsrs.. muito bom!

    ResponderExcluir
  12. Época do colégio rende taaaaaaantas histórias meu deus, me deu uma baita nostalgia lembrar das excursões ao playcenter, as cabuladas.... hahaha
    E nossa, cada história doida.. e essa da menina fazendo suas obras na avenida, gente??? hahahaha

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!