Livro: O Chamado do Cuco

Nem me lembro há quanto tempo eu não lia um livro no estilo que gosto de chamar de "história de detetive". E a junção da temática "detetive" com a autoria de J.K. Rowlling me fez desejar desesperadamente este livro.


o chamado do cuco penso logo blogo
O tema hype do momento do Desafio Literário do Tigre foi a minha deixa para me jogar na história. Se trata de uma investigação de um suposto caso de suicídio, de uma jovem modelo que se atirou da sacada. Assim como em Morte Súbita, a morte acontece logo no início e conhecemos a personalidade do personagem pelo olhar dos outros integrantes da história. 

A trama gira em torno de Comoran Strike, um detetive particular com a carreira estagnada e com um relacionamento em ruínas. Ao ser contratado por John Bristow - o irmão da modelo que morreu - Strike conta com a ajuda de sua secretária temporária, Robin, para desvendar o caso.

Lula Landry teve uma vida breve, cheia de confusões amorosas, amizades por interesse e muitos paparazzis em sua cola diariamente. Filha adotiva de uma família rica, Lula se torna uma modelo famosa, mas sente que não se encaixa naquele mundo. Lula era diferente.

Sua morte suspeita é justificada por seu histórico de uso de drogas e relacionamento conturbado com seu ex namorado. Há também as amizades com modelos famosas e uma garota pobre que ela conheceu na rehab.

Gostei bastante da personalidade do detetive Strike, muito inteligente e cuidadoso, com uma capacidade de dedução que deixaria Sherlock Holmes orgulhoso. Uma pena a presença de uma personagem feminina tão esperta como Robin ter sido tão pequena. Apesar d'ela adorar trabalhar com um detetive, chegando a se envolver muito no caso, senti que ela merecia uma exploração maior. Ela é super dedicada, de um jeitinho Hermione.

Este é um romance policial que te envolve, é inteligente e bem amarrado, como tudo que a J.K. faz. Você se vê acreditando fortemente que descobriu o assassino em vários momentos do livro, até descobrir um outro fato que coloca outro personagem na mira. Em outros momentos, você tem certeza que foi suicídio mesmo. As páginas que desenrolam o mistério sobre a morte de Lula me fizeram seguir pela rua em direção ao trabalho repetindo "caralho que foda, como não pensei nisso, muito bom, porra".


Tema do mês de Abril: hype do momento.

____________________________________________________

Curta a fã page do Penso. Me siga no Twitter.

8 comentários:

  1. Estou sem ler nada há meses. Outro dia fui na Saraiva e quase comprei o Morte Súbita, mas como estou com vários livros empacados em casa, devolvi na prateleira. Mas com suas resenhas da J.K. com certeza será a próxima autora que começarei a ler, assim que colocar os do Harlan Coben em dia. Rs.
    Bjoo Day

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei mais de Morte Súbita, mas os dois são mto bons!

      Excluir
  2. como sempre ando pesquisando livros para comprar, amei ver mais uma dica, na verdade sempre fiquei tentada a comprar este livro já que vi muitas vezes em pormoção.

    ResponderExcluir
  3. Comprei este livro, mas estou enrolando um bocadinho pra ler! Ainda não li Morte Súbita e pra ser sincera, tenho medo de ler qualquer coisa da J.K. que não seja Harry Potter. E se eu me decepcionar? Dilemas, dilemas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Absolutamente certeza de que vc não vai se decepcionar!

      Excluir
  4. Ai, Day, fiquei tãããooooooooo decepcionada com esse livro! =/ Fui esperando uma JK Rowling fantasiosa, não consegui nem ler até o final! Simplesmente não curto coisas com essa pegada de investigação, mas confesso que depois do seu post vou dar uma nova chance pra esse livro, viu? HUAHAHUHAUHAUHAU!!! Quem sabe!!!

    Talvez eu é que tenha esperado demais do enredo...

    Bjão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que no meu caso, já curto muito essa temática, me prende mto.
      Mas dá sim, a narrativa é mto boa e as reviravoltas interessantes :)

      Excluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!