Uma Breve retrospectiva do meu 2013

Das promessas que fiz no final de 2010, a retrospectiva de 2011, e a retrospectiva 2012, até este momento da retrospectiva 2013. É interessante ver o quanto eu sou boa nessa coisa de planejar e jamais fazer algo para realizar.

Este último ano foi a primeira vez em que realizei algumas coisas que prometi nos anos anteriores. É este o caminho! Agora, decidi fazer a Retrospectiva analisando pelo ponto de vista de 6 principais saúdes, ou seja: Física, Financeira/Profissional, Intelectual, Espiritual, Relacionamento/Social e Familiar. Então vamos aos trabalhos!

Financeiro/Profissional:
2013 foi sensacional na área profissional. Continuei estagiando na mesma empresa e agora no fim do ano, fui efetivada! Foi um ano em que o trabalho dobrou, muitos projetos, novas responsabilidades e etc. Aprendi muito, fiz muito mais sem precisar do "aval" da supervisão e recebi feed back positivo! A empresa começou a investir forte em treinamentos e capacitações (fiz inclusive, o famoso leader training, o que foi um divisor de águas na minha vida), fiz novas amizades, sai mais com eles, almoçamos mais juntos, enfim. Se eu continuar falando, vou ir longe aqui.

Na parte financeira, eu decidi que pararia de usar os cartões de crédito e no meio do ano mais ou menos, consegui ficar com apenas 1 em uso. Metade das dívidas se foram, mas ainda tem um valor bem gordo no meu cartão principal pra pagar. E a gente acaba a faculdade mas as dívidas permanecem, kkk. Pelas minhas contas, em abril de 2014 terei todo o meus salário livre pra fazer novas dívidas - pra engordar a poupança. Ou seja, as coisas estão entrando nos eixos. Depois de duas retrospectivas prometendo me livrar das dívidas, enfim uma em que estou ~quase~ lá.

Intelectual:
Concluí a faculdade em meio à muita confusão, brigas, choros, discussões e quaaaase agressões físicas, mas sobrevivi. Como odiei esta fase, caramba! E olha que estudei o que amo.

Sobre os livros que eu prometo há anos voltar a ler, foi mais um ano fracassado. Além de sentir dó de gastar tanto em livros no Brasil, que além de qualidade inferior ainda é caríssimo, teve também a falta de tempo. Ano de TCC é complicado. A verdade é que de uns anos pra cá, estou bem insatisfeita com meu comprometimento na área intelectual.

Relacionamento/Social:
Não foi um ano em que eu saí muito de casa, como foi 2011 e 2012, mas pelo menos fui em mais Shows. Fiz muitos programas caseiros com o Rapha, o que eu adoro. Encontramos amigos, fiz mais amizades na empresa e me aproximei das amigas antigas. Enfim, foi um ano bom para o meu relacionamento amoroso, um pouco menos agitado do que 2012 na vida social porém com maior aproximação de pessoas queridas.



Familiar:
Tudo como sempre. Minha mãe continua a mesma, passiva diante da vida e vó babona. O que mudou e muito foram: minha irmã e sobrinho. O Arthur, claro, porque cresceu demais e está falando absolutamente tudo. E minha irmã que, principalmente depois que fez o leader training, mudou bastante. Seguimos em paz, com algumas brigas toda semana, o que é super normal e mais um ano sem doenças e situações tristes! Muito bom!

Física:
Eu decidi parar de comer tanta besteira no final de 2012 e por incrível que pareça, consegui manter. Cortei a janta, mas ainda como em alguns dias, depende do tamanho da minha fome, rs. Prometi começar a academia, mas em ano de TCC seria impossível e agora que estou apenas trabalhando, ainda me sinto muito cansada para conseguir conciliar o trabalho com academia. Ainda assim, emagreci 10kg neste ano! UHUUU.

Espiritual:
2012 foi um ano em que eu mudei muito minha forma de encarar a vida. Me tornei mais positiva diante dos acontecimentos da vida. Aprendi muita coisa e passei a entender melhor muitas outras. Dessa forma eu desencanei um pouco dos problemas, parei de reclamar e passei a agir mais. Lidando melhor com minha realidade e sendo cada vez mais grata, as coisas começaram a acontecer e melhorar na minha vida.

Para 2014: Não quero ficar fazendo mil plano de novo, prefiro compartilhar apenas com minha família e e amigos. Assim, se derem certo, será um motivo pra comemorar, se não derem, não me sentirei novamente mal em ler a Retrospectiva e ver que não realizei nada. Agora prefiro deixar rolar, quero trabalhar muito e me desenvolver, porque é o que amo fazer, continuar postando no blog, porque me faz bem. E principalmente, continuar vivendo a minha vida offline, ver mais pessoas, viver mais momentos bons.

E um Feliz Natal e ótima virada de ano pra você! Nos vemos em 2014!
Curta a fã page do Penso. Me siga no Twitter.

5 comentários:

  1. Amei o post, como sempre.
    Por me frustra sempre quando via o fim do ano chegar e nada ou quase nada do que idealizava não acontecia, parei com as resoluções, mas claro mentalmente nunca deixei de imaginar que alcançaria algumas, a gente até chega lá, mas sempre acha que não. Acho que este ano melhorei um "pouquinho" no quesito gastos, mas ainda quero melhorar.
    Acho que intelectualmente não progredi muito e ainda acho que os tempo tá roubando meus conhecimentos.
    Socialmente eu não cresci p#&8@a nenhuma, só nascendo de novo.
    Parabéns por concluir a faculdade, é um passo imensurável na vida da gente, não é fácil. Quanto às dívidas, a gente não se livra, porque quando não faz, elas vêm, tipo aquele velho ditado que diz: quando o diabo não vem, ele mando o secretário.
    Em relação à perda de peso, eu me sentiria orgulhosa, se fosse você, porque é bastante significativo o que conseguiu perder. E sigamos vivendo e tentando melhorar, nos tornando pessoas mais felizes ou sendo felizes.


    ResponderExcluir
  2. Feliz Natal. Tudo de mais maravilhoso para você e sua família. Abraços e um ótimo 2014

    ResponderExcluir
  3. eu adoro curtir a vida cultural, então é o q mais fiz em 2013. ótimo 2014 pra vc.

    ResponderExcluir
  4. Oi Day!
    2013 foi gentil com vc de maneira geral, né... :)
    sua vida financeira e profissional evoluiu muito, o que já é uma grande conquista!
    achei engraçado vc dizer que sua mãe continua "passiva diante da vida", pois meu noivo usa essa exata expressão para descrever minha mãe...rs...mas o que importa é que em meio a brigas e outros casos, todos tenham saúde, o que realmente evita as situações tristes de verdade! =]
    a sua parte espiritual em que vc se tornou mais positiva é um grande avanço, ainda mais para vc que sempre se considerou "realista"...rs...ser positivo sempre torna as coisas melhores e evita sofrimentos desnecessários, fico contente que vc está conseguindo encarar as coisas desta maneira!
    concordo com vc em não ficar escrevendo seus planos, também não pretendo fazer isto este ano, pensei a mesma coisa que vc, melhor guardar para mim para não ficar relendo antigas postagens e me sentindo frustrada...lógico que esperemos não nos frustrar, vai dar tudo certo!!!
    Desejo que todos os seus planos e sonhos se tornem realidade neste ano, seja lá quais forem, conforme se concretizarem vc vem nos contar!!
    um 2014 maravilhoso para vc, minha querida amiga blogueira!!!
    \o/
    bjos

    ResponderExcluir
  5. Day (posso te chamar assim?),

    Tenho várias coisas pra te dizer. Primeiro que to comentando o penúltimo post porque tenho uma implicância seriíssima com resenhas e A-MO retrospectivas. Segundo, sobre o que você comentou lá no luaebrisa, deixa eu te contar um segredo: escrevi aquilo tudo sobre dança depois de ter matado um aulão de dança gratuito que eu queria muito ter feito, e não fiz por vergonha. Também admiro muito quem dança sem se importar com ninguém, mas ainda não cheguei lá. Mas vou tentar de novo. E te aconselho a tentar também. Nem que você comece dançando sozinha no seu quarto. Faz um beeem danado! Tenta! Ano novo serve pra isso, né? ;)

    Falando de ano novo, volto à sua retrospectiva. Quanto aos livros: um professor me disse uma vez “quando eu tinha 20 anos, ficava triste porque achava que nunca ia ler todos os livros que queria. Hoje fico feliz porque tenho certeza disso”. Entenda como quiser. :D

    E posso dar uma dica que evita frustrações? (ta em fase de testes, hehe) Nesse ano estabeleci só três metas pra 2014, assim tenho mais tempo de me dedicar para realmente realiza-las. Mas ouvi num seriado outro dia uma personagem dizer “dessa vez eu não me prometi nada. Quero me surpreender em 2014”. Gostei da idéia, também. É pra pensar. '-'

    Boa sorte nesse ano novo que está por vir. Tudo de bom :D Beijos!

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!