O Sonho do TCC Acabou

Uma das coisas que mais gostava de fazer depois que entrei na faculdade, era imaginar como seria o meu último ano e o quanto eu mergulharia no meu TCC. A parte mais chata de um curso superior, por incrível que pareça, era a parte mais aguardada e desejada por mim.

Produzir um TCC exige muito estudo e dedicação, e por isso supõe-se que o tema escolhido seja algo com o qual você se identifique, que você goste realmente, pois vai mergulhar naquele mundo por no mínimo 1 ano da sua vida. Era isso que eu desejava, era o que eu esperei com tanta ansiedade... Até que descobri que não teria opção de fazer monografia, teria que fazer um projeto experimental em grupo. 


Okay, não tinha jeito mesmo e eu precisava me formar, a próxima fase seria me encaixar em um grupo para trabalhar o ano inteirinho no projeto. Daí veio 1 semestre de faculdade trancada, nova turma e um grupo de excluídos com quem estou sendo obrigada a concluir minha graduação. Eu era excluída também, mas não imaginava que estas pessoas fossem tão sem foco como tem se mostrado.  

Mas as dificuldades em relação ao grupo não foi o único problema. O projeto experimental é um saco, é algo que eu não gosto de fazer nem um pouco. Não é porque estudo publicidade que quero fazer briefing, planejamento e criação de campanhas. Não, definitivamente eu não quero isso. Publicidade vai muito além, engloba diversas áreas e você pode encontrar o que gosta dentro desse mundo. Mas o projeto experimental exige colocar em prática a maior parte das disciplinas chatas.

Em 2011, conheci o Blog da Monique Larentis, que tinha acabado de fazer a defesa de sua monografia na faculdade e o tema era: Contos de fada na publicidade: Branca de Neve, consumo e representações. Naquela época eu ainda não tinha escolhido o meu tema, mas ao ver o trabalho dela, tive a certeza que contos de fadas e publicidade era o tema perfeito para mim. Isso se confirmou quando ela me disse que os professores falaram que esse era um assunto com muito potencial e que tinha uma carência dele no meio acadêmico. É claro que eu não iria usar exatamente o tema dela, mas sim traçar um panorama da influência dos contos de fadas na Publicidade Contemporânea. Era o meu tema, era algo pelo qual passei a investir, reunir material, reunir listas de filmes e livros, estudos psicológicos sobre o tema, propagandas, o que até gerou uma série de posts sobre Princesas Disney aqui no blog.


Só tenho a ~ agradecer ~ a faculdade por destruir meu sonho de realizar um TCC que orgulharia a posteridade (!), de me empenhar em um tema que eu amasse.

Ainda penso o quanto estou ferrada com esse projeto experimental. O que me consola é que tenho a sorte de ter um trabalho maravilhoso que me ensina e me faz crescer na área de comunicação a cada dia. E tenho a sorte de ter professores incríveis, que me fazem ter esperança na área de comunicação e me sentir qualificada e privilegiada por ter a sorte de assistir suas aulas. 

E faltando 3 meses para terminar a faculdade, sei que sempre vou me lembrar dessa fase com aquela sensação de que "faltou algo", e é algo de extrema importância já que não irá se repetir jamais.
Curta a fã page do Penso. Me siga Twitter.

2 comentários:

  1. humm poderia tentar te consolar com palavras bonitas, mas deixa pra lá. O mundo é muito maior que o projeto de final de curso (que só vai ficar acumulando pó na biblioteca da faculdade). Continue com seus projetos reais, no trabalho, na vida. Esses sim fazem a diferença.

    ResponderExcluir
  2. "Oh, shit!" mesmo!
    Carambolas, acho que a faculdade não deveria impor o modelo de TCC. Isso deveria ficar a cargo do aluno.
    Enfim, sinto imensamente por você. :(


    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!