Aleatoriedades Sobre Minha Linda Pessoa

Evitando pessoas, pra variar.
Não raramente encontro pessoas conhecidas pela rua à caminho do trabalho/faculdade. Fico torcendo pra ela virar pro outro lado ou não sentar comigo. Me sinto um pouco culpada por esta atitude.

De Enya a System of a Down.
Nível de bipolaridade: Meu player vai de um som leve como Enya à System of a Down com a rapidez de uma mudança de faixa. Sou capaz de sair do espírito suave e tranquilo pro agressivo e depois retornar. Me sinto estranha quanto à isso.

I'm a mess.
Sinto que a única coisa estável e certa da minha vida é meu namoro. Todo o resto é uma grande bagunça. Meu desapego constante das pessoas e coisas e meu sentimento de não pertencer a nenhum lugar ainda é grande. A noticia boa é que me sinto bem ok quanto à isso por enquanto.

Embromation.
Adoro quando pessoas cantam distraidamente a música que estão escutando nos fones. Ainda mais se for em inglês e a pessoa não souber nem inglês e nem cantar... Também gosto de pessoas que fazem air guitar ou air drums em lugares públicos.


Tattoo.
Quero tatuar uma frase e tenho feito buscas em músicas que gosto. Não me importo que seja uma frase de música, mas tento montar as minhas. Toda frase que monto/gosto me faz parecer depressiva demais, rebelde demais ou perdida demais. E pior que todas combinam de verdade com minha vida.

Live Forever.
Sempre que escuto esta música do Oasis me lembro daquele trio de amigos que existiu um dia. Hoje nada mais restou, mas antes do nada houveram meses inesquecíveis e aprendizados pra toda a vida. Mas às vezes a gente precisa deixar algumas coisas irem embora.
"We see things they'll never see... we gonna live forever"

Poker face.
Ainda citando o saudoso trio de amigos, um deles já disse que admirava a minha capacidade de não me importar. De ver o circo pegando fogo e continuar na vibe bicho grilho way of life. O outro me disse que não tenho muitas expressões faciais pra demonstrar emoções.


Eu triste, alegre, emocionada e com sono.

Positividade
Algo mudou dentro de mim nos últimos meses. Passei da típica Drama Queem pra relax super positiva que diz pra si mesma (e pros outros) que tudo vai dar certo. Eu tô gostando disso mas ainda me surpreendo quando me pego escutando uma playlist indie e penso "mah que porra tú ta fazendo garota?" Em que momento eu mudei que não percebi?
Curta a fã page do Penso. Me siga no Twitter.

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ahaaa, também sou mestra na arte de evitar pessoas!!!

    Flor, se seu namoro é uma coisa estável na sua vida, de graças a Deus, a maioria dos problemas da mulherada sempre envolve problemas de relacionamento...rs

    E quanto à poker face, outra grande virtude sua, eu já não consigo, geralmente minha cara de desesperada me entrega nas situações que exigem controle! ehehhehe

    E positividade é tudo de bom!!!

    \o/

    bjoss, boa semana

    ResponderExcluir
  3. Day, a gente se parece, moça!
    Meio que fico evitando pessoas conhecidas em ônibus, principalmente. Porque geralmente em ônibus eu costumo ouvir música ou ler. E imagina que chato encontrar alguém nessas horas? Alguém que vai puxar conversa o resto do caminho inteiro? Ah, não... eu realmente me escondo. (risos)
    Também tenho me sentindo numa vibe muito boa, super tranquila, apesar de tudo.
    Isso é bom, porque viver nos extremos é deveras cansativo.

    Beijo!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir
  4. Alguém que você conhece sentar do seu lado no bus é horrível. Por motivos de:
    1- quero ouvir música
    2- quero ler!!!!
    3 - estou com sono.
    Isso de se sentir bem só com o namoro é fato: eu não prendo nenhuma amizade. Meu namorado é o unico que aceita a minha sinceridade.
    Aí o que acontece é que sempre as pessoas acabam me odiando... fato dos fatos. Não sei ser sútil e não sei mentir, dar conselho mentiroso.
    Eu também queria achar uma frase hiper marcante pra tatuar.
    Ah, eu também sou muito relax. Eu geralmente me preocupo com tudo, mas tento não me desesperar. Sempre.

    ResponderExcluir
  5. to na onda da tatto, quero fazer muitas hihi, e entrei ou sempre vivi na onda da positividade, vibes boas deixar a vida correr naturalmente e assim se vive melhor.
    ah e relaxa tenho a mesma paranoia de evitar pessoas kkk
    :P

    Obrigado pela visita em meu blog, volte sempre lá.
    e tem até sorteio se quiser, bejos.
    http://toledo-esefosseverdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!