Lidando Com Opiniões Diferentes

A cada dia eu descubro o quanto é difícil manter relações sociais com pessoas (um oi para os animais!). Sou considerada um pouco antissocial por ter poucas amizades verdadeiras e por não dar muitas oportunidades para novas amizades. Isso se agrava ainda mais quando percebo o quanto as pessoas no geral tem pensamentos diferentes dos meus.


Muitas vezes penso: "Será que eu estou sendo cabeça dura demais?". "Será mesmo que essa pessoa tem razão e eu que sou radical?". Mas acabo por chegar à conclusão de que realmente as pessoas é que preferem permanecer na eterna ignorância, seja se limitando por causa de religião, seja por preconceitos ou apenas porque é mais fácil ser imbecil.

Não estou querendo dizer que estou sempre certa e que minha opinião é sempre a verdadeira. Mas sinto que uma pessoa que, em pleno ano de 2013 ainda acha absurdo relações homoafetivas, não pode ser certa da cabeça (só para citar um exemplo).

O pior é que eu sustento relações mais antigas pois são poucas e são aquelas que ainda me dão certa segurança. Mas o que fazer se alguém que você gosta muito pensa bem diferente de você?

Não discuta.
Pode parecer fraqueza, covardia incerteza, mas eu percebi ao longo de anos de treinamento na arte de tentar mudar cabeças pequenas e personalidades idiotas, que não adianta discutir. Você provavelmente não irá mudar a cabeça da pessoa e a pessoa não irá mudar a sua, então, não vale o desperdício de saliva.

Procure pontos em comum com a pessoa, assuntos pelos quais vocês dois concordem, deixe as divergências para lá. Se você é amigo da pessoa ou se apenas gosta de estar ao lado dela, aproveite o que há de bom, esqueça as opiniões dela que você discorda, tente sempre não precisar discutir isso.

E dessa forma, uma das pessoas que convivo quase que diariamente, pensa que o sonho da minha vida é me casar e ter diversos filhos, e não, eu não disse em nenhum momento isso para ela, eu apenas concordo balançando a cabeça e dizendo "hãn hã", quando ela começa seu discurso de "mulher virtuosa", de "mulher foi feita para ser mãe", de que "a vida de uma mulher não tem sentido sem uma família", e ela não percebe que desligo os ouvidos quando ela começa com isso. E sim, já tentei discutir dizendo que nem todas as mulheres sonham com isso, mas é como tentar tapar o sol com a peneira e não vale a pena quando a pessoa não quer ouvir.

E amizade não significa pensar igual, mas respeitar o pensamento diferente de cada um.
Já curtiu a fã page do Penso? Então clique aqui e dá uma curtida linda e cheia de amor, pois lá eu posto coisas diariamente! E também me siga no @PetitDay !

3 comentários:

  1. As pessoas se diferem e é bom que se há a discussão, não aquela de "novela", mas aquela em que assuntos tornam uma conversa mais agradável!

    ResponderExcluir
  2. Se todo mundo concordasse não teria graça, opiniões são sempre importantes, isso não significa que temos que concordar, mas com certeza aprendemos muito.
    E ter poucos amigos não é ser antissocial e sim ser seletivo, um inimigo mortal é um amigo falso.

    Parabéns pela página e pela postagem, gostei muito.

    Beijos

    Caio
    http://jonathanejonathan.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Acho que a coisa vai por aí mesmo: certas discussões não valem a pena; cada qual tem uma opinião e o respeito a elas é o que vale. Se sabemos o que queremos, tanto faz o que outros pensam de nós, não é mesmo? Saudações :-)

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!