O Preço das Escolhas Erradas

Se tem algo que ninguém nunca vai poder fazer por você, é errar. Não adianta, a história é sempre a mesma e se repete: Fulano avisou sicrano para não fazer daquele jeito mas mesmo assim o primeiro não deu ouvidos, foi lá e fez. Fez e se arrependeu.


Nossa natureza nos faz agir quase sempre na emoção, mesmo aqueles que tem uma forte inclinação para o racional não entendem que apenas observar a experiência do outro já seria o bastante para se dar por satisfeito. Não! Mesmo com todos os elementos do fator "vai dar merda" presentes na situação, o ser humano só se dá por satisfeito quando mete a sua mão e sente o cheiro.

Outra coisa que ninguém vai poder fazer por você é sofrer as suas consequências. Sofrer as suas dores, angustias e tudo o mais, porém o assunto aqui são escolhas x preço a se pagar. Não, ninguém vai poder sustentar o seu peso, ninguém! O que eu considero algo bom, afinal, imagina se pudéssemos sempre transferir as consequências dos nossos erros para outra pessoa, além de muito mais merda acontecendo no mundo, haveria quem comercializasse o "seguro as suas pontas".

Sempre vejo a parte chata deste ciclo como algo indispensável. É extremamente necessário para o nosso crescimento passar pelas dores de uma escolha errada. Eu sei o quanto é ruim as noites em claro com a consciência pesada, o que é olhar para trás e pensar "por que fiz isso", "como sou burro", querer voltar no tempo. Mas a gente precisa aprender a olhar estas experiências com positividade (eu sei que é difícil), encontrar um caminho alternativo e repassar mentalmente tudo o que aconteceu para te levar até aquela situação. Muitas vezes de uma experiência péssima surge uma oportunidade única...

Assim como a garota casada que descobriu uma traição da forma mais terrível - flagrando o marido com a amante - e depois de tanto sofrimento e de tanto se culpar por ter mudado sua vida por alguém que não merecia, se separou, saiu de casa, passou a sustentar somente a si própria - ela notou o quanto mais ajudou financeiramente o ex-marido do que ele à ela -, passou a se valorizar mais e no fim das contas percebeu que se livrou da maior roubada da sua vida!

Há males que vem para o bem, só precisamos suportar os momentos de tormenta. 
Já curtiu a fã page do Penso? Então clique aqui e dá uma curtida linda e cheia de amor, pois lá eu posto coisas diariamente! E também me siga no @PetitDay !

5 comentários:

  1. Concordo totalmente com vc. Há males que vem para o bem, e as vezes precisamos errar para aprender, mas nunca é fácil. Por mais que saibamos que de toda experiência ruim é possível tirar uma lição, na teoria é sempre mais simples do que na prática. Mas...Não temos escolha, afinal, aqui estamos para evoluir espiritualmente e aprender. =]

    ResponderExcluir
  2. Ou pela dor ou pelo amor, tá aí, pode escolher. Mas nem sempre observar e aprender pelo amor tem resultados completos, as vezes errar e se arrepender é a melhor saída. E se desse certo? Não vale a pena passar a vida pensando nisso .. errar faz parte, temos é que aprender com os erros e seguir em frente ;)
    Lindo Blog, tô seguindo :**

    → http://noquintaldomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ha... Quem me dera se eu pudesse transferir meus "sentimentos" as outras pessoas talvez o peso seria menor.
    Até o momento não me arrependo de escolhas que fiz, engraçado, já quebrei tanto a cara e continuo escolhendo coisas não tão "certas" assim, vida loka rs

    Sobre a ultima citação, é totalmente verídico seu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natyy!
      Não é sobre mim não, mas sim aconteceu com uma amiga!
      bjs

      Excluir
  4. Olá Dayane, tudo bem? :)

    Maravilhoso o texto! Realmente mesmo analisando e sabendo que existem possibilidades de algo dar errado, e às vezes, temos até certeza de que dará, acho que no fundo, nos achamos melhores e mais espertos e pensamos que aquilo não vai acontecer conosco, que só acontece com o vizinho, e que nós vamos conseguir outros resultados rsrsrs Por um lado é bom, pois como cada um tem uma vivência diferente, creio ser este o único caminho para aprendermos, mas por outro, às vezes corremos riscos desnecessários :)
    Seria bom mesmo poder transferir a responsabilidade, mas como dito sabiamente no texto, ia mesmo virar uma bagunça e ninguém ia avançar no caminho do amadurecimento :)
    Acho que o que podemos fazer é sempre procurar aprender a lição que estes momentos nos trazem, para não repetirmos o erro ou então, para ficarmos mais fortalecidos caso passemos pela mesma situação novamente :)
    Ótimo o exemplo que colocou no final :)

    Adorei!
    Um beijo e bom restinho de semana :D

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!