Se Deixar a Vida te Levar, Ela Vai Passar

Pode ser que eu esteja passando por um momento reflexivo comum de pessoas que chegam assim aos 25 anos... 25 anos é praticamente 1/3 da vida que se foi, baseando-se na expectativa de vida de um brasileiro que é de 75 anos, caso não fume, não beba, não se estresse e não viva em São Paulo. Isso me faz concluir que não chegarei aos 75 anos.


Paro para refletir que com 25 anos eu nada sei sobre a vida. Bem, aprendi muitas coisas na escola e na faculdade, li muitos livros, vi muitos filmes, criei este blog que me ajudou a crescer de certa forma. Tenho um relacionamento que dá sentido a minha vida, tenho um sobrinho que dá mais cor aos dias cinzas, um emprego relativamente estável.. Uma casa que já está paga - mesmo sendo da minha mãe, é um lugar que posso chamar de meu enquanto eu precisar. Conheci pessoas bacanas demais para chamar de amigo, e babacas demais que me ensinaram a ser menos sentimental. Todas essas coisas somaram ao meu aprendizado.

Agora eu olho bem longe e traço uma reta para os próximos 25 anos. Penso que até aqui, 25 anos, passaram rápidos demais para que eu pudesse aproveitar ao máximo. Com 15 anos eu achava que sabia demais, era bem madura, esclarecida, tinha a cabeça boa. Mas eu era apenas uma adolescente aprendendo a conviver com meus próprios hormônios.

Então passou. 25 anos se passaram, e eu deixei a vida me levar. Merda de refrão de música chiclete que traduz o estilo de vida de 90% da população mundial. E agora eu quero mudar isto. Quero um novo refrão para seguir e que me faça saber todos os dias que estou fazendo a coisa certa

Talvez, "trace uma meta por semana" seja uma boa ideia, mas tem semanas que voam e a gente se perde. Quem sabe, "faça o bem para alguém hoje", mas tem dias em que a maldade do mundo ofusca nossas boas intenções. Ou talvez, "viva um amor diferente por mês", que não precise ser necessariamente pessoas, mas aí lembro que um mês é pouco para viver um amor pois quando eu amo algo eu quero dormir abraçada com ele e livros costumam ser caros demais para amassar contra o colchão.

Mas esta noite a minha vontade é de traçar todos estes objetivos de uma só vez! Porque 25 anos é tempo demais deixando as coisas rolarem ao sabor dos deuses e agora eu preciso tomar as rédeas da minha vida.

E os próximos 50 anos prometem! 

"Talvez eu nunca serei, todas as coisas que eu quero ser // Mas agora não é hora para chorar // Agora é hora de descobrir por quê // Eu penso que você é igual a mim // Nós vemos coisas que eles nunca verão // Você e eu iremos viver para sempre" - Live Forever (Oasis)


Já curtiu a fã page do Penso? Então clique aqui e dá uma curtida linda e cheia de amor, pois lá eu posto coisas diariamente! E também me siga no @PetitDay ! Por favor, responda a enquete ao lado sobre o que você gosta mais de ler por aqui ?!

6 comentários:

  1. Oi Dayane!
    Interessante reflexão!
    Nascer não é opção. Morrer é uma certeza. Viver é uma escolha. Anular a vida é uma tolice. O hoje, na verdade, é tudo o que temos para o dia.
    Colha um bom dia a cada amanhecer! [sorrio]
    http://jefhcardoso.blogspot.com lhe espera. Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Quem vê pensa que bebe, fuma e se estressa demais, rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me estresso muito sim, e com você!!! <3

      Excluir
  3. Não sei se é por também estar na casa dos 25, mas o sentimento é o mesmo.

    Sobre as metas semanais, acredito que a coisa certa é seguir o que coração manda, isso é o mais importante no final das contas. Isso que move as pessoas.

    ResponderExcluir
  4. Pô, Caçadora! vc tinha que terminar com trechos da música q eu mais amo na vida?? O que posso dizer? bom, só digo que adorei esse post!!! bjão

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!