O Show do Rappa Que eu Nunca Fui.

Desde a adolescência eu gostava de O Rappa. Já peguei CD's emprestados que ouvi até a exaustão, já fiquei ligada na MTV esperando passar clipe, já montei playlist, enfim, fui bem apaixonada pela banda. 



Uma das coisas que eu fazia na adolescência era ir em festivais musicais (reggae, eletrônica) por causa do preço acessível e uma variedade de bandas e de amigos malucos e maconha free. Hoje nem curto muito isso, prefiro ir em shows individuais para ver apenas uma banda, ainda que seja mais caro. Voltemos aos festivais.

Certa vez, no Sesc Interlagos - onde eu já fui em festivais mais pela bagunça do que pelos shows - ia ter um show do Rappa. Sim, um espaço enorme apenas para um show, que lotou btw. Era o ano de 2004 se não me engano, época em que eu frequentava a igreja e meus amigos - que não frequentavam - combinaram de ir. Me convidaram, mas eu neguei. Por que eu neguei de ir no show de uma banda que amava, com meus amigos queridos?

Por que eu era ~ da igreja ~ e achava errado estar naquele ambiente ~ mundano ~ e claro, me arrependi logo que assisti a gravação do show no Bem Brasil na Rede Cultura.

Me arrependi logo que vi no meio da galera os meus amigos - quatro meninas e três meninos - pulando com as mãos pra cima ao som de "Rodo Cotidiano", se divertindo como qualquer jovem deve fazer.

Então essa é a história do Show do Rappa que eu nunca fui... essa é apenas uma das coisas que a limitação religiosa fez por mim e que me faz ter certeza a cada dia que a melhor coisa que pude fazer por mim mesma foi ter aberto os olhos a tempo.

E mesmo anos depois nunca fui em um show do Rappa, por um conjunto de fatores que vão de financeiro a logístico, mas o pior é saber que aquele show com os meus amigos eu perdi - e que provavelmente uma reunião dessas não irá se repetir.


Hey você OOOIII, já curtiu a fã page do Penso? Então clique aqui e dá uma curtida linda e cheia de amor, pois lá eu posto coisas diariamente! E também me siga no @PetitDay para a gente conversar mais!

6 comentários:

  1. Helloooooo Gourgeous,

    Tudo bem?
    Ainda bem que você teve o bom senso de abrir os olhos e enxergar que FÉ/DEUS está em tudo, inclusive em nós.
    Já dizia o sábio Dumbledore:
    "Somos nossas Escolhas".
    Portanto, somos o que fazemos!
    Voltando ao texto,rs.
    Frequentei bastante o BEM BRASIL(desde época Sesc Pompéia) com shows do Zeca Baleiro, Tom Zé e depois Interlagos com IRA, QUASÌMODO entre outros...Adoro aquele lugar.
    Enfim, nunca deixe seu brilho no olhar apagar ok?
    Um feliz PERU pra ti e um ótimo 2013!!!!
    besos.

    ResponderExcluir
  2. Bacana você reconhecer que "religião" é diferente de espiritualização.
    Isso vem se tornando raríssimo.
    Bom,nunca me prendi à limitações religiosas,mas já perdi muita coisa bacana sim,porém por culpa do meu receio e preocupação com o pensamento ao meu respeito por parte das pessoas ao meu redor.Quantos momentos lindíssimos eu já perdi?
    Aprendi muito com isso,e como demorou para eu perceber e resolver enxergar isso viu.Aprendi que só temos uma vida e que mesmo as horas se repetindo em números,cada vez é única.E nunca um mesmo número será igual ao outro,que irônico pensar assim não?
    Enfim,agora entendo quando dizem que nos arrependemos somente daquilo que nós nunca fazemos.Tenho que aprender a não me preocupar com o que os outros pensam,tenho que aprender à me preocupar com as pessoas,tenho que aprender à não ter medo,muito menos vergonha de ser o que eu sou.Nossa,falei viu rs

    ResponderExcluir
  3. A dor de um show perdido é a pior de todas e ela não passa (vide AC/DC em 2009, que perdi por conta do TCC).

    Mas quanto a questão religiosa, ficou feliz que tenha expandido a visão. Ser religioso não significa fechar os olhos pro que acontece, é bem possível ter fé (e frequentar igreja) sem deixar de lado as coisas que gosta de fazer. Afinal, somos humanos né?

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito da banda O Rappa.Que pena que você não foi ao show. Já teve vários shows que quis ir, mas não deu pra ir. Desejo pra você um feliz Natal e um ótimo Ano Novo. Beijão <3

    ResponderExcluir
  5. Oi Day!
    Eu fico revoltada quando alguém deixa de fazer algo que gosta muito, e que não prejudica a ninguém nem a si próprio, por causa de uma imposição religiosa! Concordando com a colega aí de cima, acho que religião é diferente de espiritualidade, uma pessoa pode ser bem mais espiritualizada e melhor pessoa do que aquela que vai cantar alto na primeira fila da igreja.
    Espero que agora que vc já tem uma compreensão mais madura da questão espiritual, tenha a oportunidade de curtir um desses shows com seus amigos!
    Bjos..e Feliz Natal!!

    ResponderExcluir
  6. É ruim quando não vamos a algum lugar, ficamos arrependidas por não ter ido e imaginando como teria sido se tivéssemos ido. Beijos

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!