Musical- Hair (1979)

E pensar que até pouco tempo atrás eu não gostava de musicais. E hoje, há dois musicais na minha lista de filmes favoritos: Across the Universe e Hair.
Mas hoje vou falar de Hair.

Se trata da história do jovem Claude, que é recrutado para a guerra do Vietnã, e chega a Nova York sozinho e meio perdido. Lá, conhece um grupo de hippies que vive de forma meio... livre. Claude se envolve com o grupo de malucos que aos poucos lhe mostram a rotina da vida desapegada que vivem, e o amor livre. Claude se apaixona por Sheila, uma patricinha que também acaba fazendo amizade com eles.
Quando Claude vai para o exército, seus amigos armam um plano, onde meio que sequestram a patricinha (bem, ela queria ir), e viajam atrás de Claude. Berger (o maluco da turma, sempre tem), troca de lugar com Claude para que Claude possa ver Sheila. Mas bem na hora, é recrutado para a guerra e acaba indo Berger ao invés de Claude. Berger vai a guerra e morre.
Essa ultima cena, onde acontecem o que acabei de contar (é, entreguei o final do filme), é encerrada com diversos jovens em frente à casa branca cantando Let the sunshine in (deixa a luz do sol entrar), em protesto pela paz. Música linda, letra linda, e filme perfeito! Atuações, as músicas, a história, enfim, todo mundo precisa assistir Hair!

O filme se tornou um musical da Brodway, e recentemente ganhou uma versão no Brasil, mas só no Rio de Janeiro... (todos choram)

Bom, deixo com vocês  a cena final (já contei mesmo), para vocês se emocionarem e arrancarem os cabelos para ver logo o filme, quem não viu.

7 comentários:

  1. Ja vi esse filme mil vezes e não me canso nunca porque é um dos melhores do mundo.

    ResponderExcluir
  2. Adoro musicais! Across the universe já ouvi falar, mas Hair estou conhecendo através de você. Fui procurar a tradução da música e realmente é bonita.

    "Nós olhamos esfomeados para outro que não pode respirar." ♪ Logo no primeiro verso uma verdade!

    Me chamem de boba, mas me emociono horrores com manifestações e protestos que levam a uma causa nobre. E isso posto em filme, me lasco. rs Vou procurar para ver!

    Beijos, petit Day.

    ResponderExcluir
  3. Nem curto muito musicais, mas a história desse é interessante.
    Vou procurar pra assistir (:

    ResponderExcluir
  4. Confesso que não gosto muito de musicais, mas fiquei com vontade de ver Hair. Beijos, e obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  5. Já vi Hair na TV há um bom tempo atrás. Musical não é um dos gêneros que prefiro, mas tem umas músicas legais nele, apesar do movimento hippie ser algo meio feio.

    ResponderExcluir
  6. Hair é épico! Já vi um pedaço há algum tempo atrás por ter visto a citação em Glee e me apaixonei! Quero ver o resto, sou apaixonado por musicais <3

    Um beijo :* Ótimo texto!

    ResponderExcluir
  7. Adoro Hair! Junto com Grease, meu musical favorito! Quanto Across the Universe, bem, tenho meus poréns...

    Hey, posso estar enganada, mas o filme, assim como Grease, não foi baseado no musical da Broadway, e não o inverso? Na época teve até uma versão brasileira, com a Marília Pêra, censurado, já que estávamos em plena ditadura. Essa informação eu sei porque tá escrito no verso do VHS que temos aqui em casa...

    Baita filme, adoro as músicas!

    (Desde que vi esse post nas atualizações que me enrolo para vir lê-lo, meu tempo não colabora...)

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!