O Encontro Marcado

Há tempos eu não postava uma dica de livro. Vou falar sobre um livro simples, que li há muitos anos atrás, e que já reli diversas vezes, O Encontro Marcado de Fernando Sabino.



O Encontro Marcado conta a história de Eduardo Marciano, um jovem de Minas Gerais que tenta se encontrar em meio à seus gostos literários, políticos,  dilemas sociais, sexuais, dúvidas sobre quem é, que caminho seguir, enfim, dilemas de uma geração. Quando eu li o livro a primeira vez, já soube que aqueles acontecimentos eram reais. Os personagens marcantes demais, as passagens que não poderiam ser apenas imaginadas, mesmo pelo mais criativos dos seres, aquelas emoções relatadas foram realmente vividas- eu imaginei. E estava certa pois, Eduardo Marciano é um alter ego de Fernando Sabino, Mauro e Hugo, seus amigos, sãoi Hélio Pellegrino e Otto Lara Resende, Antonieta, mulher de Eduardo é Helena Valladares e Toledo, Guilhermino César. Pessoas reais, acontecimentos reais, mostrados na forma poética de Sabino. 
Eduardo foi uma criança mimada, filho único, cheio de caprichos. era daqueles que causavam espanto nos professores, não tanto pela rebeldia, mas por suas perguntas nada comuns á um jovem. Logo cedo se inscreveu em um concurso de redação, ganhou.
Os jovens vivem de forma livre, audaciosa, aprontam e desbravam Minas Gerais, tem longos diálogos existencialistas, literários, políticos, choram, se embebedam, são jovens, são boêmios, são humanos. 
Sempre foi inteligente, com gostos requintados, assim como seus amigos. Eduardo termina os estudos e marca um encontro no ginásio com seus amigos Mauro e  Eugênio- para dali à 15 anos.

Eduardo se casa com sua namorada de família influente, vira e mexe se lembra da sua adolescência, dos seus amigos. Tenta escrever um livro, mas não consegue terminá-lo. Não consegue ter um filho. Ele está em busca de algo que não sabe o que, ora se encontra vazio, ora se sente realizado, ora não sabe mais quem é, não reconhece o Eduardo que sempre fora, desconta suas mágoas na bebida. Vê seu casamento afundar com suas inconstâncias.

Na ocasião de volta a cidade, Eduardo encontra seus amigos, felizes, cada um à sua maneira. Pela primeira vez em muito tempo consegue tomar uma atitude em sua vida, que promete faze-lo, finalmente, se encontrar.

A história de Eduardo Marciano é a história de cada um de nós. Me encontrei em diversas partes, refleti por dias e dias. Vi nos diálogos dos três amigos, eu e meus amigos. O Encontro Marcado não fala dos dilemas de uma geração - anos 40- apenas, fala dos dilemas e da história de gerações contemporâneas, pois todos se encontrarão em e com Eduardo.

Vale a pena.

Curta a Fan Page do Penso aqui e me siga no @PetitDay !

3 comentários:

  1. Interessante, mas se gosta de resenhas de livros, que tal passar neste blog: http://www.universo-literario.com

    Fique com Deus, menina Dayane Pereira.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olá Day, resenha ótima sobre o livro. Eu tenho esse livro aqui em casa. Ele está guardado já faz algum tempo. Comecei a ler, desisti, e olha que eu nao desisto de livro, mesmo tendo a pior história. No final é sempre bom as críticas e trazer algo disso pra gente mesmo. Mais uma amiga minha disse que era péssimo. Acabei esquecendo completamente ele, e hoje passando por aqui, pelo seu blog. Me deparei com esse post. Me deu vontade de ler sim. Eu nunca tinha lido nenhuma resenha sobre ele, mais pela sua, me deu curiosidade. E assim que eu ler, volto aqui pra falar o que eu achei. Beijo.

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!