E o seu problema, qual é?

Não é preciso citar que todo mundo tem problemas, e muito menos, que cada um é diferente do outro. Maior ou pior do que o seu, isso já não sabemos, pois cada um entende do seu. O seu problema, para você é o pior do mundo, pois ele é o seu, e só você sabe a dor que ele te causa, assim como o meu é o maior e o mais imediato do mundo, pois é o meu.

Mas o que quero falar aqui, é sobre o respeito ao problema do outro, pois não sabemos o que acontece na vida alheia, e por isso não devemos nunca julgar. Por exemplo, às vezes nós rimos de pessoas nas ruas, que estão mal vestidas ou até sujas. Pessoas comuns mesmo, indo ao trabalho, passeando no shopping. Não sabemos o que aquela pessoa passa na vida, se ela anda daquela forma porque não pode se vestir melhor, se tem o cabelo mal cuidado, se não tem o cabelo, enfim.

Conheço uma pessoa que sofre preconceito por ter partes visíveis do corpo queimadas. Sim, por ter uma deformação física, que é óbvio que não é culpa dela. Mesmo assim tem pessoas que não se sentam ao lado, ou olham com cara de nojo, mas não imaginam que ela se queimou aos 5 anos de idade, e era desprezada na escola, e não arrumava namorado, enfim, passou todo tipo de humilhação por causa disso. 

Há ainda pessoas drogadas, viciadas, a gente só sabe julgar e xingar a pessoa, mas será que ela teve uma educação diferente, uma oportunidade na vida, o que será que à levou aquela situação? Partindo sempre do principio que as oportunidades não são iguais para todos. Se não sabe, não julgue.

Outra vítima de preconceito são pessoas obesas. Mas você não sabe porque aquela pessoa é obesa. Sempre acham que é por descuido, que a pessoa come tudo e todos que vê na frente, mas não imaginam que aquela pessoa pode ter problemas hormonais, ou uma depressão decorrente de um problema maior, enfim, uma pessoa não é gorda somente por comer, existe problemas bem maiores e mais graves no mundo do que simplesmente gula.

E poderia citar muitos outros, como o racismo, a xenofobia, homofobia, enfim. Acho que o bom é antes de julgarmos os outros só pelo que vemos, é pararmos por um momento e refletirmos um instante sobre a nossa vida, os nossos problemas, pois se já não somos, um dia podemos ser julgados ou motivo de chacota por algo que no fundo, nos fere tanto.

16 comentários:

  1. Eu concordo plenamente com vc! Isso de tentar ver o lado do outro é muito bonito e prova de respeito e amor. Acho que preconceito é algo que todo mundo tem, porque é inevitável fazer uma imagem na nossa mente a primeira vez que vemos alguém. Mas, devemos sempre dar ao outro a oportunidade de nos mostrar quem realmente é e nunca transformar o preconceito em discriminação.

    ;)

    ResponderExcluir
  2. O pre-conceito que se tem das pessoas, faz com que deixe de conhecer agluém que pode ser incrívelmente bela por dentro e que possa se tornar uma grande pessoa na vida de alguém.

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente com seu texto.

    O que mais me deixa triste é quando as pessoas tentar comparar um problema e uma determinada situação com outro problema em um contexto e uma situação diferente.

    E neste comparar, ficam a dizer: Olha, o sofrimento de fulano é maior e ele venceu. Pessoas são diferentes, contextos são diferentes, sofrimentos são diferentes, capacidade para vencer obstáculos são diferentes.

    Neste contexto, não há o que comparar, não há como medir. A medida e a intensidade do que passamos, do que somos é individual, é singular.

    Cansada de dar satisfações ao mundo, resolvo interagir apenas com quem compreende o mundo de forma semelhante a minha.

    Procuro evitar sempre os que comparam, os que medem, os que menosprezam um sentimento quando vêem outro que, para eles, é maior.

    Belo texto!

    ResponderExcluir
  4. gostei do tom de empatia e sobriedade de suas palavras.

    http://terza-rima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Quem nunca passou por buling, que agora tá tão na moda falar ? As pessoas não costumam exercitar o hábito de se por no lugar do outro. Se criassemos o hábito de nos por no lugar do outro não julgarimaos ninguem. Afinal, quem nunca erro que jogue a primeira pedra.

    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Eu concordo plenamente em todas as linhas suas. Muitas pessoas julgam as outras sem conhecer seus problemas, e ainda dizem que seus problemas não são algo importante, sendo que cada pessoa sofre de uma forma com diferentes coisas.
    Parabéns pelo blog, estou lendo seus posts, e vc escreve muito bem sobre ótimos assuntos.
    Até mais (:

    ResponderExcluir
  7. Parabéns tb pelo seu blog! Gostei muito ;)
    Até segui aqui, rs. Beijos ;*

    ResponderExcluir
  8. Eu li e gostei. Estou te seguindo!
    Bjs. Marilza Rezende

    ResponderExcluir
  9. sábias e ótimas paalavras. seguindo.. E obrigada pela sua visiita *-*

    ResponderExcluir
  10. querida, ver a humanidade de tua escrita é esperançoso. beijo!

    ResponderExcluir
  11. Muito bonito. Eu estava pensando nisso hoje, porque uma amiga está grávida. Daí todos dizem que é uma safada, não sei o que. Mas ela não tem mãe, nunca vê o pai e a madrasta só batia nela. Ela não tem educação, oras! Realmente, é necessário saber o que há por trás dos olhos pra podermos julgar! Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Lindo Dayane... ficou muito lindo!
    Adorei *-*

    ResponderExcluir
  13. Oii flor, voltei...rs
    E ja comentando por aqui, digo que concordo com vc...uma vez eu li em algum daqueles q a gente recebe, sabe? sobre coisas da vida, que se todo mundo pudesse jogar seu problema numa pilha de problemas e visse os problemas dos outros, com certeza pegaria o seu problema de volta..hehe...como vc disse, cada problema é diferente, e TODO mundo tem, eu tenho os meus, e qdo olho em volta, acho q na maioria das vezes prefiro resolve-los eu mesma, pois ninguem sabe o q vai dentro do outro..
    bjinho

    ResponderExcluir
  14. Verdade mesmo. Nunca fui de julgar ninguém, até porque já fui muito julgada na minha vida e sei o quando dói, o quanto é injusto as pessoas te rotularem pelo puro simples preconceito.

    Um grande beijo pra vc!

    ResponderExcluir
  15. tem selinhos pra voce no meu blog. visite lá:
    http://liinecastro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Realmente temos de ser mais pacientes com os outros, pois muitas vezes, eles só precizam de um ombro amigo...

    Fique com Deus, menina Dayane Pereira.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!