Parságada

As vezes me sinto fora do contexto, sem encaixe. E nessas horas eu sinto vontade de estar em outro lugar, qualquer lugar distante. Mas um lugar que não está no mapa.

Qualquer outro lugar vai me levar a pessoas, a casas, concreto, e mesmo que seja natureza, não é bem disso que eu preciso. É disso tudo que eu preciso fugir. Sabe quando você não quer ver pessoas, conversar, interagir, socializar? E sabe que não adianta mudar de ambiente, porque nada vai te completar. E você quer fugir, e dá aquela vontade de sumir?

Quando me sinto assim, eu falo para mim mesma: *Vou-me embora para Parságada! Lá eu posso ser quem eu quero ser, sem ter medo de julgamentos, de censuras. Quem sabe lá eu possa dormir sem se preocupar com o amanhã. E eu possa trabalhar quando eu quiser, ou melhor, ter o emprego que eu escolher. E lá não terei dívidas, e poderei ter todo o bem material que eu sonhei. Poder sentar na mesa de um bar, tomar um bom vinho só com as pessoas com quem me sinto bem. Sem conveniências, sem falsos moralismos, sem máscaras.

Cansa um pouco ser sempre a funcionária exemplar, seguir regras, ter que estudar para ter uma formação e um diploma. Pagar impostos, seguir as leis, temer o ladrão e "confiar" na polícia. Costumes! Burocrácias até para ter um filho.

Um grande VSF para tudo isso!

Só quero ser eu mesma, me sentir livre, não estar presa ao tempo, sentir o vento no rosto, correr com meu cachorro! Em um lugar longe daqui... Um lugar que não está no mapa...



*Vou-me embora para Parságada, é um poema de Manuel Bandeira. Leia-o aqui

20 comentários:

  1. Pow, cara! Sempre quis ir embora para Pasárgada.
    Ok, nem sempre, mas, quando dá a louca, com certeza!

    Essas crises são ótimas, viu?
    Aproveite.
    Rende ótimos textos, rs.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. com crteza; essas crises em mim saum repentinas + nunca tive vontade de ir pra parsagada naum (rsrsrs);
    + qm sabe algum dia;

    ResponderExcluir
  3. Ir embora para Pasárgada sempre foi meu sonho. Eu também estou de saco cheio da vida que levo, queria apenas ir para um lugar encontrar paz e onde ninguém me ouvisse gritar. Me identifiquei bastante pelo seu texto. Se um dia encontrar Pasárgada me avisa, estou a procura desesperadamente.

    ResponderExcluir
  4. É
    MANDA LOGO PRA PORRA QUE RESOLVE!

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Amei mesmo teu blog.

    Quer um conselho: tira essa responsabilidade que nem sempre é nossa, de ser perfeito sempre. Ser humano é conviver com nossos proprios vicios e virtudes.

    Visite-me:
    www.springingonme.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. q muitas vezes essa vontade de sumir do mapa tem q ser superada logo

    ResponderExcluir
  7. As vezes dá mesmo uma vontade louca de sumir... mas ainda acho que criar nosso próprio mundinho dentro desse tão cruel, ainda é melhor.

    Adorei seu canto! Obrigada pela visita carinhosa, viu?

    Beijoca

    ResponderExcluir
  8. Nessas horas eu me tranco no meu quarto com a compania inocente dos meus gatos, meu templo é Pasárgada, minha mente rica em pensamentos solitários e sublimes.

    ResponderExcluir
  9. Liberdade é tudo,
    visit us: http://silly--things.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oii..
    Nossa, eu sempre tenho essas crises de vontade de sumir do mapa para algum lugar q nao esteja no mapa...rs!!
    acho q todos temos né!
    mas aguenta firme ai!!!rs
    bjinhos

    ResponderExcluir
  11. Muito legal o texto. Acredito que muitas vezes todos nós nos sentimos assim.

    Beijocas fashionistas, Bell!
    [http://fashionistabaiana.blogspot.com/]

    ResponderExcluir
  12. Crise existencial é bem normal sim... todo mundo tem... e é bom ter! Em cada uma delas a gente se descobre um pouquinho mais... =)
    Ficarei feliz se vc visitar meu blog! Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Estou com essa vontade agora: fugir, fugir para recomeçar e seu eu mesma.

    ResponderExcluir
  14. Vou-me embora para Parságada, lá eu sou rei.

    Gosto muito de Manuel Bandeira!

    ResponderExcluir
  15. É, sei bem como é. Não dá pra ser perfeita o tempo todo. Mas o ruim é quando tem aquela pressão, e o pior é quando essa pressão vem de nós mesmos. Nós nos pressionamos a fazer tudo correto, em casa, no trabalho, na escola, na rua. Ser modelo de pessoa normal.
    Foda-se!! Manda tudo pro ar (nem qe seja por algumas belas horas)!

    bjos
    http://toddyatedio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. acho que todos nós merecemos nossas férias em Parságada! haha

    a vida foi feita para arriscarmos, e erramos para aprender! não fuga de você, fuga das leis e dos acertos.
    adorei seu blog, estou te seguindo :)
    se puder dá uma olhada no meu blog!
    ;**

    ResponderExcluir
  17. acho que todos nós merecemos nossas férias em Parságada! haha

    a vida foi feita para arriscarmos, e erramos para aprender! não fuga de você, fuga das leis e dos acertos.
    adorei seu blog, estou te seguindo :)
    se puder dá uma olhada no meu blog!
    ;**

    ResponderExcluir
  18. Quando você mandar alguém ir se fuder ja vai estar melhorando. O que mata é ficar segurando esta vontade de homenagear alguém que te pentelha.
    Mas o lugar que você indicou parece ser maneiro também.
    Tem nudistas la?
    :)

    Até mais.

    ResponderExcluir
  19. kkk Deve ter tudo o que vc precisa e imagina, meu caro amigo Spertnez!

    ResponderExcluir
  20. Parsagada é tudo que precisamos todos os dias!

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!