Filme: 500 dias com ela.

Do Diretor: Marc Webb
Título Original: 500 days of Summer
Ano: 2009

" Esta não é uma história de amor. Esta é uma história sobre o amor", já somos avisados logo no ínicio do filme.
Tom trabalha criando frases de cartãos de felicitações, quando conhece a nova assistente Summer, e se apaixona a primeira vista. O cara é um carente, que lamenta pela infelicidade de todos os seus relacionamentos. Enquanto Summer é uma desapegada de relações.

Os dois começam a viver um romance, ou talvez não seja o certo chamar de romance, talves, uma ficada. Tom esta completamente apaixonado, mas Summer não quer maiores envolvimentos.

O diferente do filme, é que é uma história bem cotidiana. O drama da pessoa que se apaixona e não sabe o que fazer para conquistar seu amado, e como sofre com a indiferença do outro. Mas neste caso, os papéis estão invertidos. Não que homens não possam sofrer por amor, e mulheres não possam não querer algo sério com um cara. Mas é que o mais "comum" de vermos por ai é isso. Sem feminismos. A Summer é o típico cara que só quer sexo, e o Tom, a típica mocinha que se apaixona e quer ser feliz. Só que com papéis invertidos.



O filme foge de clichês, e nos vemos na pele dos personagens, empatizamos diversas situações. No final, vemos como não adianta seguir uma linha, porque derrepente aparece alguém que muda totalmente nosso foco, e nossos ideais de vida.

Apesar de, nmo próprio filme dizer que não se trata de um romance, o filme é uma comédia romântica leve e bonitinha. Vale a pena.




Curta a Fan Page do Penso aqui e me siga no @PetitDay !

4 comentários:

  1. If you have five minutes to spare, then I'd tell you the history of my life. Muito peculiar.

    ResponderExcluir

O que você achou deste Post?
Deixe sua opinião.
Obrigada pela sua visita!