Talvez não seja, esteja.

"Posso explicar muitas coisas, mas não posso explicar a mim mesma."
Alice (Aquela do país)


Sou mais silêncio que palavra. Mais escutar do que falar.
Sou mais livro do que filme, mais romance que ficção.
Sou mais exportado que nacional. Sou mais vinho que wisk.
Sou mais Mozart que Bach, mais Bethoven que Mozart.
Sou mais 80 que 50, mais 70 que 80.
Sou mais Lennon que Macartney. Sou mais quitarra que vocal.
Sou mais Nietzsche que Shakespeare, mais racionalista que empirista.
Sou mais abstrata que concreta.
Sou mais disco que Cd, mais Pc do que Tv.

Sou mais o sono, o pesar, o resmungar.
Sou mais o rústico, o vintage.
Sou mais o querer, do que fazer.
Sou mais noite do que dia, mais o pôr que o nascer do sol.
Sou mais olhar que sorriso, mais abraçar do que beijar.
Sou mais Burton que Almodovar.
Sou mais Alasca que Caribe.
Sou mais Clarice que Cora.
Sou mais carta que e-mail. Mais óculos que lentes.

Sou mais o medo, o talvez, a espera. O duvidar, mas não questionar.
Sou mais minha. Individual, o ser só.


Curta a fan page do Penso clicando aqui e me siga no @PetitDay!!



E talvez não seja, apenas esteja.

32 leram, refletiram e opinaram:

Marcelo disse...

Bela forma de se explicar, lindoo!!

Fernández disse...

belíssimo! Tá de parabéns por escrever dessa forma: com a alma!

Jefferson Adriã disse...

Gostei! Seu eu-lírico é bem vivo..diferente do meu..que é morto! Talvez voce só esteja mesmo..kkkkk..

Gabriel dicas disse...

Você escreve de uma forma linda.
parabéns pelo blog ta ótimo...
comenta no meu tambem www.gavrielalon.wordpress.com

Amanda Oliveira disse...

Adorei!!
Sou mais vc...rs

Aмbзr Girℓ ⅞ disse...

adorei as referências. vc é demais.

Vini e Carol disse...

Olha, ficou muito bom esse!
Só faltou no final você escrever "Sou mais eu do que você!" heheheh.
Ia ficar meia que se achando, mas ficaria da hora! hahaha
Beijão.

Rick disse...

Sou mais racionalista que empirista
Falou dificil! POde me explicar?
Ja sei vai dizer: joga no google!!
kkkkkkk

Nova Quahog disse...

QUE LINDA ;D
É UMA ESCRITORA!

Blog do thi disse...

Muito bom aki..bjokas..
volto em breve.

Blog do thi disse...

Muito bom aki..bjokas..
volto em breve.

Blog do thi disse...

Muito bom aki..bjokas..
volto em breve.

Blog do thi disse...

Muito bom aki..bjokas..
volto em breve.

Blog do thi disse...

Muito bom aki..bjokas..
volto em breve.

Blog do thi disse...

Muito bom aki..bjokas..
volto em breve.

Paulo disse...

Esse eu adorei demais Day.
Me surpreendeu. E vc só eskeceu de dizer que é mais bruxa que fada.
shuahsuahsua

Marcela Reinhardt disse...

Oi Dayane, estava vendo o seu blog que encontrei na comunidade do orkut e pensei que talvez você queira participar do 1° concurso de poesia do Dias a Mais.
Para mais informações acesse a página do blog pelo endereço http://www.marcelareinhardt.blogspot.com/
Gostei da sua poesia talvez nao seja, esteja.

L! disse...

Bom, decerto que somos BEM diferentes. Mas pelo menos acreditamos na capacidade das coisas de se modificarem. É isso mesmo. Talvez nenhum de nós seja, de fato. Talvez apenas estejamos.
Bonito texto (:

Dayane Pereira disse...

POxa Paulinho, eu pensei nisso sabia!
Mas por algum motivo nao coloquei..
Acho que não quero que saibam q sou uma Bruxa velha e má..
hahaha

Spertnez disse...

Curti os trocadilhos do poema, sem seguir uma linha definida.
Aliás, seguiu você mesma.

olha tem dois selos para você la no blog. Se curtir passa la depois.

Até.

Aline Bohn disse...

Que lindo!
Não consigo escrever poemas, por isso admiro quem escreve. Parabéns!!!

http://muitodecadapouco.blogspot.com/

Pobre esponja disse...

Somos isso mesmo. A mosca da Sopa. O início o fim e o meio. A ambulante metanorfose.

bjs
Pobre Esponja

/carla disse...

Sou muito mais eu.. meu eu, eu mesma.. x)
adorei ;*

Marie disse...

Sou mais abstrata do que concreta....

 * Cαmilα Penhα ❤ disse...

Oie Dayane!
Realmente talvez não seja. Lindo poema. O seu eu-poetico é demais !
Parabens ..

SUCESSO PARA TI!

SERJAO_O_MARMANJJUS disse...

é, as vezes a gente tem disso, mais cerveja que vinho, mais lazanha que churrasco,
é meio confuso,mas real, o ser humano é confuso.
boa forma essa sua dese expressar.
gostei.

Bruno Conti disse...

Vc escreve muito bem....e se expressa muito bem tb..
ta de parabens ;)
Adoro ler essas coisas ^^

Luan disse...

ta mito dahora, vc tem jeito pra coisa =D

Camaleão disse...

Lindo lindo o poema, escreve muito bem garota ;]
parabéns

Metal Mind disse...

Obrigado pelos últimos comentários no meu blog.
Excelente esse post, ótima maneira de definir nossa transitoriedade.
Na verdade todos 'estamos' mais do que 'somos'.E às vezes jogamos tudo pro alto por um tempo, só pra ver se é possível Coca cola ao som de Paganini, executado em uma guitarra, lendo ficção em quadrinhos.

Paulo Guedes disse...

Uma bruxa velha naooo. Novinha mas tem um caldeirão e varinha.kkkkkkk

. disse...

Sou mais o querer, do que fazer.
Sou mais noite do que dia, mais o pôr que o nascer do sol.
Sou mais olhar que sorriso, mais abraçar do que beijar.²

muito boonito , tá de parabéns de verdade ! :)